Tag Archives: Slackware

Configurando o Slackware para acessar uma rede wireless com criptografia wpa

A combinação “Nerd + Tempo ocioso” é igual a alguma coisa configurada!

Não foi por menos. Como a rede wireless de minha casa estava utilizando criptografia WEP que, funciona, é legal, fácil de configurar, porém pode ser quebrada em minutos (!), resolvi configurar o roteador com criptografia WPA. Que, é mais segura se utilizar chaves grandes e com caracteres aleatórios.

Configuração do Roteador

A configuração WPA do roteador é bem mais simples que a WEP. Basta digitar a chave de pré compartilhamento (Preshare Key)!

Configuração do Slackware

A configuração do Slackware não é tão trivial como a WEP, porém é simples. A seguir estão todos passos, lembrando que devem ser executados como root.

Geração da WPA PSK

Execute o comando a seguir, substituindo o essid pelo essid da sua rede, e a chave_compartilhada pela chave de pré compartilhamento, que foi configurada no roteador ou access point.

# wpa_passphrase essid chave_compartilhada
network={
ssid=”essid”
#psk=”chave_compartilhada”
psk=fb24f845137bfc161a9cc2e7ffdb3a2eb96cce5688b7ee3ef017eb4b20a66de8
}

Configuração do wpa_supplicant.conf

Edite o arquivo /etc/wpa_supplicant.conf incluindo nele a saída do wpa_passphrase. Na maioria das vezes basta executar um redirecionamento do comando anterior para o arquivo da seguinte forma:

# wpa_passphrase essid chave_compartilhada > /etc/wpa_supplicant.conf

Porém como estou utilizando o ndiswrapper com uma placa de rede wireless não muito confiável, preferi editar o arquivo na mão. Segue o arquivo configurado, com os campos editados em negrito:

# See /usr/doc/wpa_supplicant-0.5.10/wpa_supplicant.conf.sample
# for many more options that you can use in this file.

# This line enables the use of wpa_cli which is used by rc.wireless
# if possible (to check for successful association)
ctrl_interface=/var/run/wpa_supplicant
# By default, only root (group 0) may use wpa_cli
#ctrl_interface_group=0
eapol_version=1
ap_scan=2
fast_reauth=1

# WPA protected network, supply your own ESSID and WPAPSK here:
network={
scan_ssid=0
ssid=”essid”
proto=WPA RSN
key_mgmt=WPA-PSK
pairwise=CCMP TKIP
group=CCMP TKIP WEP104 WEP40
psk=fb24f845137bfc161a9cc2e7ffdb3a2eb96cce5688b7ee3ef017eb4b20a66de8
}

O campo #ctrl_interface_group=0 não é necessário, pois está DEPRECATED.
O campo ap_scan=2 foi alterado para 2 para forçar encontrar o SSID.
O campo ssid=”essid” foi preenchido com o nome da rede wireless.
O campo psk=fb24f845137bfc161a9cc2e7ffdb3a2eb96cce5688b7ee3ef017eb4b20a66de8 foi preenchido com a senha gerada pelo wpa_passphrase.

Inicializando a rede

Após tudo configurado, basta utilizar o comando wpa_supplicant para subir a interface já autenticada na rede.

# wpa_supplicant -i wlan0 -c /etc/wpa_supplicant.conf -D wext -Bw

Após isso é preciso configurar a rede com IP fixo, via ifconfig, ou com IP dinâmico, via dhcpcd.

Script de conexão

Para não ter que abrir um terminal toda vez que quero utilizar a rede, e para não inicializar a rede no boot, resolvi criar um script para isso:

#!/bin/bash
#
# Script para inicialiar a rede wireless com wpa_supplicant no Slackware
# author: Oscar Costa
#

# Comandos de rede e wpa
IFCONFIG=’sudo /sbin/ifconfig’
DHCPCD=’sudo /sbin/dhcpcd’
WPASUPPLICANT=’sudo /usr/sbin/wpa_supplicant’

# Configurações locais
DEVICE=’wlan0′
WPACONF=’/etc/wpa_supplicant.conf’
WPADRIVE=’wext’

# Executa o wpa_supplicant
$WPASUPPLICANT -i $DEVICE -c $WPACONF -D $WPADRIVE -Bw

# Sobe a interface de rede
# $IFCONFIG $DEVICE up

# Recupera o IP via DHCP
$DHCPCD -t 10 $DEVICE

# Verifica se a rede wireless inicializou
if [ -z ‘$IFCONFIG $DEVICE | grep “inet addr:”‘ ]
then
echo ‘ERRO: não conseguiu obter IP!’
fi

Enquanto não tomo coragem para configurar o wifi-radar ou o NetWorkManager este script vai me servir bem!

Share Button

VirtualBox no Slackware 12

A pouco tempo instalei e configurei o Windows XP em uma máquina virtual, utilizando o VirtualBox. Como muitas pessoas me perguntam da dificuldade de instalar aplicativos no Slackware, por este não ter gerenciadores de pacotes como o apt-get e o yum, resolvi compartilhar as dificuldades (?!) da instalação e configuração do VirtualBox no Slackware 12.

Download

O primeiro passo consiste em fazer o download do VirtualBox, no endereço: http://www.virtualbox.org/wiki/Downloads

1. Escolha a verão já compilada clicando no link Binaries (all plataforms).
2. Na próxima tela escolha a versão Linux i386, concorde com o termo de licença e clique em Continue.
3. Agora, basta clicar com o botão direito no link VirtualBox_1.5.6-1_Linux_x86.run e salvar em qualquer lugar de sua escolha.

Instalação

O segundo passo consiste na instalação do VirtualBox.

1. Como root entre do diretório onde o instalador foi salvo e de permissão de execução para ele com o comando:
chmod +x VirtualBox_1.5.6-1_Linux_x86.run
2. Execute o instalador com o comando:
./VirtualBox_1.5.6-1_Linux_x86.run
3. Para finalizar, inclua seu usuário, ou o(s) usuário(s) que ter[á|ão] permiç[ão|ões] para utilizar o VirtualBox.
3.1. Esta etapa pode ser feita ao modo tradicinal, editando o arquivo /etc/groups (de preferência utilizando o vi) e incluindo o(s) usuário(s) no grupo vboxusers. Ou através de qualquer ferramenta gráfica que faça isso.

Execução

Para executar o VirtualBox, execute o comando VirtualBox em um terminal, ou crie um link para utilizar o mouse para fazer isso. 😉

Conclusões

A maior dificuldade que tive foi sem sombra de dúvidas baixar o VirtualBox certo. 😉

Antes que eu me esqueça, a configuração de uma maquina virtual é muito simples, toda realizada através de uma interface bem intuitiva. E a instalação de um Sistema Operacional na maquina virtual é idêntica a instalação de um SO em um computador normal.

Este é o resultado:
Win XP virtualizado

Share Button

Slackware 12 no Notebook no Acer Aspire 5004WLMi

Com o lançamento do Dropline Gnome 2.20 para o Slackware 12, resolvi atualizar o Slackware do meu notebook. Com isso escreví este tutorial que mostra os passos para instalação e configuração do Slackware 12 no notebook Acer Aspire 5004WLMi.

Equipamento

O notebook Acer Aspire 5004WLMi utiliza o processador AMD Turion 64 sobre a plataforma SIS. A configuração é a seguinte:

  • Processador AMD Turion 64 ML-34 de 1.8GHz com MB L2 cache

  • Memória de 1 Gigabyte DDR 333Mhz

  • Disco Rígido de 100 Gigabytes Samsung

  • Tela TFT LCD de 15.4″ WXGA (1280 x 800)

  • Drive de DVD (DVD-R/RW, DVD+R/RW, DVD+R Dual Layer)

  • Rede Wireless 802.11b/g (Broadcom AirForce One 54g (BCM4318))

  • Rede 10/100 Mbps

  • Modem 56 Kbps

  • 3 Portas USB

  • 1 Saída VGA

  • 1 Slot PCMCIA

Instalação

A instalação está dividida em duas etapas. A primeira consiste na instalação do Slackware 12 a partir dos CDs 1 e 2, pois não instalei os pacotes de internacionalização do KDE, contidos no CD 3. A segunda parte é a instalação do Dropline Gnome 2.20 através do instalador pela internet.

A instalação do Dropline Gnome foi escolhida pois o Slackware não vem mais com o Gnome na instalação padrão. Porém para o funcionamento correto dos componentes deste notebook não é necessária esta instalação. A fiz somente por preferência ao Gnome.

Slackware 12

A instalação do Slackware 12 é padrão. Realizada através das ISOs dos CDs 1, 2 e 3, ou através da ISO do DVD, disponíveis nos endereços:

Mais informações sobre como instalar o Slackware 12 podem ser encontradas no SlackBook agora traduzido para português.

Observações para a instalação:

  1. Quando for solicitado qual kernel utilizar escolha o hugesmp.

  2. Quando for solicitado a escolha do teclado, selecione o teclado us (intl). Este passo é importante para a correta compatibilidade com as configurações do teclado.

Dropline Gnome 2.20

Após instalar o Slackware 12 baixe o arquivo dropline-installer-2.20-i686-1dl.tgz. Instale-o pelo installpkg:

# installpkg dropline-installer-2.20-i686-1dl.tgz

E com a rede cabeada ou wireless já configurada (veja abaixo em Configuração) execute o comando:

#  dropline-installer

No menu escolha a opção Install e siga os passos do instalador. Esta opção irá baixar e instalar todos pacotes necessários.

Configuração

O processo de configuração está dividido por componente de hardware, sendo que alguns componentes funcionam por padrão e outros dependem de configuração extra para o correto funcionamento.

Todas configurações foram realizadas como root em modo texto, porém podem ser feita com um usuário normal com poderes de root utilizando o comando sudo.

Esta é a saida do comando lspci, onde são mostrados os componentes do notebook:

# lspci00:00.0 Host bridge: Silicon Integrated Systems [SiS] 760/M760 Host (rev 03)00:01.0 PCI bridge: Silicon Integrated Systems [SiS] SG86C20200:02.0 ISA bridge: Silicon Integrated Systems [SiS] SiS963 [MuTIOL Media IO] (rev 25)00:02.1 SMBus: Silicon Integrated Systems [SiS] SiS961/2 SMBus Controller00:02.5 IDE interface: Silicon Integrated Systems [SiS] 5513 [IDE]00:02.6 Modem: Silicon Integrated Systems [SiS] AC'97 Modem Controller (rev a0)00:02.7 Multimedia audio controller: Silicon Integrated Systems [SiS] AC'97 Sound Controller (rev a0)00:03.0 USB Controller: Silicon Integrated Systems [SiS] USB 1.0 Controller (rev 0f)00:03.1 USB Controller: Silicon Integrated Systems [SiS] USB 1.0 Controller (rev 0f)00:03.2 USB Controller: Silicon Integrated Systems [SiS] USB 2.0 Controller00:04.0 Ethernet controller: Silicon Integrated Systems [SiS] SiS900 PCI Fast Ethernet (rev 91)00:06.0 CardBus bridge: Texas Instruments PCI1510 PC card Cardbus Controller00:0b.0 Network controller: Broadcom Corporation BCM4318 [AirForce One 54g] 802.11g Wireless LAN Controller (rev 02)00:18.0 Host bridge: Advanced Micro Devices [AMD] K8 [Athlon64/Opteron] HyperTransport Technology Configuration00:18.1 Host bridge: Advanced Micro Devices [AMD] K8 [Athlon64/Opteron] Address Map00:18.2 Host bridge: Advanced Micro Devices [AMD] K8 [Athlon64/Opteron] DRAM Controller00:18.3 Host bridge: Advanced Micro Devices [AMD] K8 [Athlon64/Opteron] Miscellaneous Control01:00.0 VGA compatible controller: Silicon Integrated Systems [SiS] 661/741/760 PCI/AGP or 662/761Gx PCIE VGA Display Adapter

Nesta listagem podem ser observados alguns dos componentes que serão configurados. AC’97 Sound Controller, SiS900 PCI Fast Ethernet, Broadcom Corporation BCM4318 802.11g Wireless LAN Controller e 661/741/760 PCI/AGP or 662/761Gx PCIE VGA Display Adapter.

Os componentes AC’97 Modem Controller e Texas Instruments PCI1510 PC card Cardbus Controller não serão contemplados neste artigo, por falta de equipamentos para realizar testes.

ACPI

As configurações do ACPI no Slackware vêm compiladas no kernel padrão como módulos. Os módulos necessários para o funcionamento do ACPI do Slackware 12 neste notebook são:

  • ac – monitora a corrente alternada, ou seja, se o notebook está na tomada.

  • battery – monitora o funcionamento da bateria.

  • thermal – monitora a temperatura da CPU.

  • processor – monitora e permite controlar a freqüência de funcionamento da CPU.

Para automatizar a inicialização destes módulos basta inserir as quatro (4) linhas abaixo no arquivo /etc/rc.d/rc.modules:

/sbin/modprobe ac/sbin/modprobe battery/sbin/modprobe thermal/sbin/modprobe processor

O funcionamento do ACPI neste notebook depende ainda do driver acerhk, que é uma variante 32 bits o acer_acpi. Baixe o arquivo acerhk-0.5.35.tar.bz2. Descompacte-o com o comando tar:

# tar -xjvf acerhk-0.5.35.tar.bz2

Como no download vem o código fonte será necessário compilá-lo manualmente, através dos seguintes comandos:

# make
# make install

Após compilar o driver, o módulo do acerhk deve ser iniciado com o comando abaixo, que pode ser inserido no arquivo /etc/rc.d/rc.modules para automatização da sua inicialização.

/sbin/modprobe acerhk poll=0 verbose=4 force_series=5020

Importante: As chamadas aos módulos de ACPI devem estar em /etc/rc.d/rc.modules para o correto funcionamento dos sensores do Gnome.

Processador

Apesar do Kernel não estar compilado para este processador, é possível chamar os módulos específicos de controle de freqüência e de sensores de temperatura para o Turion 64.

Freqüência

O controle de freqüência deste processador depende a inicialização dos módulos processor e acerhk (ilustrados acima, em ACPI), os módulos de política de freqüência cpufreq_powersave, cpufreq_performance, cpufreq_ondemand e cpufreq_conservative e os módulos de freqüência específicos para o processador acpi-cpufreq e powernow-k8. Para inicializar estes módulos basta descomentar as linhas referêntes a eles no arquivo /etc/rc.d/rc.modules.

### CPU frequency scaling modules:# generic ACPI P-States based driver/sbin/modprobe acpi-cpufreq...# AMD Cool&Quiet PowerNow!/sbin/modprobe powernow-k8
### CPU frequency scaling policies:# Powersave policy, stick frequency to the slower state./sbin/modprobe cpufreq_powersave# Performance policy, stick frequency to the faster state./sbin/modprobe cpufreq_performance# Set the frequency on demand. What you want is what you get/sbin/modprobe cpufreq_ondemand# Same of On demand policy, but for slow switching CPUs (AMD64 e.g)/sbin/modprobe cpufreq_conservative

O controle de qual política ou qual freqüência será realizado pelo aplicativo cpufrequtils. Baixe o arquivo cpufrequtils-002-i686-1pg.tgz. Instale-o pelo installpkg:

# installpkg cpufrequtils-002-i686-1pg.tgz

A política padrão do Kernel do Slackware 12 é a userspace, que utiliza o processador na freqüência que o usuário escolher. Mas com o cpufrequtils é possível escolher a política ou uma freqüência específica para o processador. As freqüências disponíveis para o Turion 64 são 1.8GHz, 1.6GHz e 800MHz.

O comando a seguir pode ser inserido no arquivo /etc/rc.d/rc.local setando a CPU para trabalhar com a política ondemand “What you want is what you get”.

/usr/bin/cpufreq-set -g ondemand

Utilizo no Gnome o CPU Frequency Scaling Monitor para monitorar e alterar as políticas e freqüências da CPU.

Sensor

O sensor de temperatura da CPU depende somente do módulo thermal (ilustrado acima, em ACPI). A temperatura atual pode ser verificada com o comando:

# cat /proc/acpi/thermal_zone/THRM/temperature

No Gnome utilizo o sensors-applet para monitorar a temperatura da CPU.

Bateria

O funcionamento dos sensores da bateria deste notebook é controlado pelo módulo battery (ilustrado acima, em ACPI). E podem ser verificados pelos comandos:

# cat /proc/acpi/battery/BAT1/info
# cat /proc/acpi/battery/BAT1/state

Para monitorar a bateria no Gnome utilizo o Power Manager. Além de monitorar o status de energia do notebook, o Power Manager controla opções como hibernação, desligamento do LCD, etc.

Rede

Como pode ser visto na saída do comando lspci, este notebook utiliza a placa de rede SIS900. Este driver já está disponível no Kernel 2.6.x padrão do Slackware 12 como módulo. Desta forma, para a placa de rede funcionar basta iniciar o modulo sis900 descomentando a linha abaixo no arquivo /etc/rc.d/rc.modules.

# SiS 900/7016 PCI Fast Ethernet/sbin/modprobe sis900
Wireless

Para a placa de rede wireless funcionar é necessário instalar o ndiswrapper. Baixe o arquivo ndiswrapper-1.51_2.6.21.5_smp-i686-1McD.tgz já compilado para o Slackware 12. Instale-o utilizando o installpkg:

# installpkg ndiswrapper-1.51_2.6.21.5_smp-i686-1McD.tgz

Um utilitário interessante, e opcional, é o ndisgtk, que é uma interface gráfica para o ndiswrapper. O arquivo ndisgtk-0.8-noarch-1McD.tgz já compilado para Slackware. Sua instalação também é padrão do Slackware:

# installpkg ndisgtk-0.8-noarch-1McD.tgz

Acrescente a seguinte linha no arquivo /etc/modprobe.d/blacklist, para que o driver nativo não atrapalhe o ndiswrapper:

blacklist bcm43xx

Baixe o driver 802bg.zip da placa de rede wireless para windows. Descompacte-o com o unzip:

# unzip 802bq.zip

Instale o driver do windows com o ndiswrapper:

# ndiswrapper -i bcmwl5.inf

Verifique se o driver foi corretamente instalado:

# ndiswrapper -l  bcmwl5 : driver installed   device (14E4:4318) present (alternate driver: bcm43xx)

Para automatizar a inicialização do ndiswrapper execute o comando:

# ndiswrapper -m

Isso criara o arquivo /etc/modprobe.d/ndiswrapper que iniciará o ndiswrapper na inicialização do sistema.

Video

O vídeo funciona por padrão, e a configuração da resolução padrão (1280×800) é feita de forma automática pelo comando:

# xorgsetup

Isso irá criar as seguintes sessões no arquivo /etc/X11/xorg.conf referentes a placa de vídeo e ao monitor:

Section "Device" Identifier  "Card0" Driver      "sis" VendorName  "Silicon Integrated Systems [SiS]" BoardName   "661/741/760 PCI/AGP or 662/761Gx PCIE VGA Display Adapter" BusID       "PCI:1:0:0"EndSection
Section "Screen" Identifier "Screen0" Device     "Card0" Monitor    "Monitor0" DefaultDepth 24 SubSection "Display"  Viewport   0 0  Depth     1 EndSubSection SubSection "Display"  Viewport   0 0  Depth     4 EndSubSection SubSection "Display"  Viewport   0 0  Depth     8 EndSubSection SubSection "Display"  Viewport   0 0  Depth     15 EndSubSection SubSection "Display"  Viewport   0 0  Depth     16 EndSubSection SubSection "Display"  Viewport   0 0  Depth     24 EndSubSectionEndSection

O comando xorgsetup deve ser executado sem o X estar iniciado. Mas da próxima vez que ele for iniciado o LCD já estará com a resolução correta (1280×800).

Som

O som funciona por padrão, sendo necessário apenas configurar o ALSA com o comando:

# alsaconf
Teclado

Algumas conbinações de teclas adicionais funcionam via hardware:

  • Fn + F5 (Acionar Monitor Externo)

  • Fn + F6 (Acionar LCD)

  • Fn + F7 (Acionar Touchpad)

  • Fn + Esquerda (Diminuir o brilho do LCD)

  • Fn + Direita (Aumentar o brilho do LCD)

Porém, para que todo teclado funcione corretamente, será nececessário fazer algumas configurações extras.

Mapeando as teclas com setkeycodes

Para que o sistema detecte as teclas adicionais (P, e, Browser, Mail, Euro e Dollar) e as combinações de função (Fn+ <key> ), acrescente no arquivo /etc/rc.d/rc.local o seguinte código:

if [ -x /usr/bin/setkeycodes ]; then # Euro key /usr/bin/setkeycodes e033 132 1>&2 # Xtra $ key /usr/bin/setkeycodes e034 133 1>&2 # P button /usr/bin/setkeycodes e073 134 1>&2 # e button /usr/bin/setkeycodes e074 135 1>&2 # Wireless button on the front (active) /usr/bin/setkeycodes e055 145 1>&2 # Wireless button on the front (not active) /usr/bin/setkeycodes e056 136 1>&2 # Bluetooth button on the front (active) (not tested) /usr/bin/setkeycodes e057 146 1>&2 # Bluetooth button on the front (not active) (not tested) /usr/bin/setkeycodes e058 137 1>&2 # Fn + ? /usr/bin/setkeycodes e025 138 1>&2 # Fn + "pie" ( Acer eSetting ) /usr/bin/setkeycodes e026 139 1>&2 # Fn + "Circled V mark" (Acer Power Management) /usr/bin/setkeycodes e027 140 1>&2 # Fn + Display switch /usr/bin/setkeycodes e029 141 1>&2 # Fn + Z  is 142 and handled out of the box # Fn + Touchpad Switch /usr/bin/setkeycodes e071 143 1>&2 # Fn + Touchpad Switch.. Yes it is toggled /usr/bin/setkeycodes e072 144 1>&2fi
Euro e Dollar no Console

Para que as teclas adicionais Euro e Dollar funcionem no console, será necessário editar o arquivo /usr/share/kbd/keymaps/i386/qwerty/us-acentos.map.gz, escolhido durante a instalação.

Se você escolheu outro layout de teclado, edite o arquivo referente ao layout escolhido. Para ter certeza qual arquivo deve ser editado verifique o layout utilizado no arquivo /etc/rc.d/rc.keymap com o comando:

# cat /etc/rc.d/rc.keymap

Descompacte o arquivo:

# gzip -d /usr/share/kbd/keymaps/i386/qwerty/us-acentos.map.gz

Edite o arquivo /usr/share/kbd/keymaps/i386/qwerty/us-acentos.map acrescentando as linhas abaixo no final da lista de keycodes e salve:

keycode 132 = eurokeycode 133 = dollar

Compacte o arquivo novamente:

# gzip /usr/share/kbd/keymaps/i386/qwerty/us-acentos.map
Teclas especiais no X.org

Para as teclas funcionarem no X.org (Gnome, KDE, etc) será necessário editar os seguintes arquivos:

  • /usr/share/X11/xkb/symbols/inet

  • /usr/share/X11/xkb/rules/xorg

  • /usr/share/X11/xkb/rules/xorg.list

  • /usr/share/X11/xkb/rules/xorg.xml

  • /etc/X11/xorg.conf

Adicione o seguinte mapeamento do teclado no arquivo /usr/share/X11/xkb/symbols/inet:

// keycode mapping for Acer Aspire 5000 series laptop// by François Wautier <>// edited by Oscar Aleixo Costa partial alphanumeric_keysxkb_symbols "aspire5000" {   name[Group1]= "Acer Aspire 5000 Series Laptop";

   // Audio buttons   key <i10>   {       [ XF86AudioPrev         ]       };   key <i22>   {       [ XF86AudioPlay, XF86AudioPause ] };   key <i24>   {       [ XF86AudioStop, XF86Eject ]    };   key <i19>   {       [ XF86AudioNext         ]       };   key <i30>   {       [ XF86AudioRaiseVolume  ]       };   key <i2e>   {       [ XF86AudioLowerVolume  ]       };   key <i20>   {       [ XF86AudioMute         ]       };   // Internet Buttons   key <i32>   {       [ XF86WWW               ]       };   key <i6c>   {       [ XF86Mail              ]       };   key <k64>   {       [ XF86Launch0           ]       };  // P button   key <k65>   {       [ XF86Launch1           ]       };  // e Button   key <fk17>  {       [ XF86Launch2           ]       };  // WLAN button (Not active)   key <k68>   {       [ XF86Launch7           ]       };  // WLAN button (active)   // Probably needs Not Active Bluetooth key.   key <i3c>   {       [ XF86Launch3           ]       };  // bluetooth button   //Function Buttons   key <i75>   {       [ XF86Launch4           ]       };  // Fn + ? (F1)   key <i1e>   {       [ XF86Launch5           ]       };  // Fn + pie (F2)   key <i21>   {       [ XF86Launch6           ]       };  // Fn + V mark (F3)   key <i5f>   {       [ XF86Sleep             ]       };  // Fn + z (F4)   key <k66>   {       [ XF86Xfer              ]       };  // Fn + Displaya(F5)   key <k67>   {       [ XF86RockerDown        ]       };  // Fn + Touchpad switch (F7)   key <i63>   {       [ XF86RockerUp          ]       };  // Fn + Touchpad switch (F7)   // Some extra chars keys   key <i0c>   {       [ EuroSign              ]       };   key <i78>   {       [ dollar                ]       };   key <lwin>  {       [ Super_L               ]       };   key <menu>  {       [ XF86MenuKB            ]       };};

No arquivo /usr/share/X11/xkb/rules/xorg adicione a definição aspire5000 na linha iniada por ! $inetkbds =. No meu caso ficou assim:

! $inetkbds = a4techKB21 a4techKBS8 a4_rfkb23 \             acer_c300 acer_ferrari4k acer_tm_800 aspire5000 \             ...

No arquivo /usr/share/X11/xkb/rules/xorg.xml acrescente o seguinte modelo:

<model> <configitem>   <name>aspire5000</name>   <description>Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="af">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="az">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="cs">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="da">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="en_GB">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="fi">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="fr">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="hu">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="it">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="nl">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="ru">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="sk">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="sl">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="sq">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="sr">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="sr@Latn">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="sv">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="tr">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="uk">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="vi">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="zh_CN">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description>   <description lang="zh_TW">Acer Aspire 5000 Series Laptop</description> </configitem></model>

No arquivo /usr/share/X11/xkb/rules/xorg.list acrescente a seguinte linha:

aspire5000      Acer Aspire 5000 Laptop

Edite a sessão do teclado no arquivo /etc/X11/xorg.conf, alterando para o novo teclado:

Section "InputDevice" Identifier  "Keyboard0" Driver      "kbd" Option       "XkbModel"  "aspire5000" Option       "XkbLayout"  "us(intl)"EndSection

Na próxima (re)inicialização todo o teclado funcionará. No Gnome os atalhos poderão ser configurados pelo aplicativo Keyboard Shortcuts.

Mouse

A configuração do TouchPad é feita utilizando o Synaptics. Baixe o pacote synaptics-0.14.6-i486-1pg.tgz já compilado para o Slackware 12. Sendo esta uma versão compilada, a instalação é feita pelo comando installpkg:

# installpkg synaptics-0.14.6-i486-1pg.tgz

Edite o arquivo /etc/X11/xorg.conf, modificando as sessões ServerLayout, Module e InputDevice.

Na sessão ServerLayout, serão acrescentados o InputDevice para o TouchPad e um InputDevice adicional para um mouse externo.

Section "ServerLayout" ... InputDevice    "Mouse0" "CorePointer" InputDevice    "Synaptics Mouse" "AlwaysCore" ...EndSection

Na sessão Module acrescente o modulo do Synaptics.

Section "Module" ... Load  "synaptics"EndSection

Altere a sessão InputDevice do mouse padrão de acordo com o exemplo abaixo.

Section "InputDevice" Identifier  "Mouse0" Driver      "mouse" Option     "Protocol" "auto" Option     "Device" "/dev/mouse" Option     "ZAxisMapping" "4 5 6 7"EndSection

E adicione a sessão InputDevice para o TouchPad.

Section "InputDevice" Identifier   "Synaptics Mouse" Driver   "synaptics" Option  "Device"   "/dev/psaux" Option "Protocol" "auto-dev" Option "LeftEdge"      "1700" Option "RightEdge"     "5300" Option "TopEdge"       "1700" Option "BottomEdge"    "4200" Option "FingerLow" "25" Option "FingerHigh" "30" Option "MaxTapTime" "180" Option "MaxTapMove" "220" Option "VertScrollDelta" "100" Option "MinSpeed" "0.09" Option "MaxSpeed" "0.18" Option "AccelFactor" "0.0015" Option "SHMConfig" "on" #  Option "Repeater" "/dev/ps2mouse"EndSection

Para esta versão do Slackware é necessário editar o arquivo /etc/rc.d/rc.modules, alterando o conteudo do trecho

if echo $SHORTREL | grep -qvw 2.4 ; then /sbin/modprobe psmouse proto=impsfi

retirando o parâmetro proto=imps

if echo $SHORTREL | grep -qvw 2.4 ; then /sbin/modprobe psmousefi

Na próxima (re)inicialização o mouse TouchPad funcionará de forma correta.

Pós Instalação

Iniciando o X automaticamente

O Slackware inicia por padrão em modo multiusuário no console (runlevel = 3). Para que o X (ambiente gráfico) inicie automaticamente edite o arquivo /etc/inittab, alteradondo o conteudo da linha

id:3:initdefault

para o modo X11 (runlevel = 4)

id:4:initdefault

Da proxima vez que o computador for (re)iniciado será apresentado a interface gráfica com uma dos gerenciadores de login (GDM, KDM ou XDM).

Baixando pacotes para o Slackware

Para evitar o processo cansativo de compilar os programas a partir do código fonte, estes sites contem vários pacotes (programas já compilados) para Slackware:

http://www.slacky.eu/

http://www.linuxpackages.net/

http://www.slackware.it/

Referências

http://www.slackware.com

http://www.droplinegnome.net

http://www.cakey.de/acerhk/

http://code.google.com/p/aceracpi/

http://www.kernel.org/pub/linux/utils/kernel/cpufreq/cpufrequtils.html

http://www.thinkwiki.org/wiki/How_to_use_cpufrequtils

http://gentoo-wiki.com/HARDWARE_Acer_Aspire_5024

http://slackwiki.org/Acer_Aspire_5021WLMi

http://code.google.com/p/aceracpi/

http://www.fwconsult.com/acer-install/index.html

Share Button